quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Des...encontros...


tantas as  vezes em que chego
e já te não encontro

sinto  mergulhar a alma na noite 
envolta em solidão...

e o escuro dói demais 
como um agudo pranto...
...em hora de aflição.

28.10.2012

Sem comentários:

Enviar um comentário