sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Esperando...


alexander averin

[ 17.07.013]

Se tanto esperei
E não voltaste
Nem na sombra do vento..
Ou em tempestades de emoção...
Tanto te esperei...
Mas foi sonho
E foi vão.


4 comentários:

  1. São muitas as vezes que esperamos, Maria e nada acontece, mas temos que continuar a esperar, mesmo que seja em sonho; estes também se tornam realidade. A Esperança tem que estar presente sempre.
    Demorei a chegar aqui, amiga, porque só agora percebi que tinhas mais blogs. Voltarei com toda a certeza. Beijinhoe e bom Domingo
    Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela presença, mas nasci envergonhada...
      Nem remotamente pensei ser lida...Creio que admiro silenciosamente, muitas vezes, outros, sobretudo os meus poetas de eleição.
      E a esperança é uma pobre luz que mal lobrigo ao fundo do túnel...
      beijinho. boa semana.
      maria

      Eliminar